Reiki e vida saudável: dieta vegetariana

A prática do reiki leva a um desejo de atingir um nível mais saudável de práticas cotidianas, e muitas pessoas adotam outros hábitos após a entrada do reiki em suas vidas. Uma destas práticas comumente adotadas pelos praticantes é a dieta vegetariana.

Em que consiste uma dieta vegetariana?

Embora muitos praticantes de reiki declarem simplesmente ser “vegetarianos“, é preciso lembrar que existem diversas dietas que podem ser classsificadas assim:

  • Dieta vegan: Permite apenas alimentos de origem estritamente vegetal: verduras, frutas, legumes, grãos, cereais, sementes e nozes.
  • Dieta lactovegetariana: Todos os alimentos citados acima e mais derivados de leite
  • Dieta ovo-lactovegetariana: Todos os alimentos citados acima, mais ovos
  • Dieta semi-vegetariana: Todos os alimentos citados acima, mais carnes brancas.

Estas dietas realmente fazem bem à saúde do praticante de reiki?Dieta vegetariana para praticantes de reiki

A redução parcial ou total de alimentos de origem animal é o que caracteriza as dietas vegetarianas, e é a principal razão pelas quais as mesmas apresentam baixos teores de gorduras e colesterol. Os praticantes de reiki vegetarianos mostram índices menores de diabetes, câncer, hipertensão arterial, obesidade e problemas cardíacos.

A exclusão dos ítens de origem animal da dieta deve no entanto ser feita com ajuda profissional, visto que alguns nutrientes essenciais devem ser mantidos na dieta sob risco de problemas de saúde. Além de tais nutrientes é preciso ficar atento à quantidade de calorias e gordura saturada presentes na alimentação.

Nutrientes que não devem faltar em uma dieta vegetariana ideal:

  • Grãos integrais, sementes, nozes, verduras e legumes possuem todos os principais aminoácidos. Ingerindo regularmente esses alimentos em qualquer combinação você vai estar obtendo uma boa quantidade deles.
    A proteína de soja tem sido mostrado para ser igual a proteínas de origem animal. Pode ser a sua única fonte de proteína se você escolher.
  • Ferro: O praticante de reiki vegetariano precisa ficar atento a esse elemento, visto que correm maior risco de deficiência de ferro do que aqueles que não são vegetarianos. As melhores fontes de ferro são a princípio são a carne vermelha em geral, o fígado e a gema de ovo. O vegetariano pode, no entanto, obter sua dose de ferro vinda do espinafre, feijão, produtos enriquecidos, suplementos nutricionais, levedo de cerveja e frutas secas.
  • Proteína: Não é necessário ingerir alimentos provenientes de animais para ter proteína em sua dieta. As proteínas de origem vegetal podem oferecer a quantidade suficiente de aminoácidos essenciais e não essenciais, desde que as fontes de proteína de origem vegetal sejam de fontes boas e com suficiente diversidade.
  • A vitamina B-12: Originalmente encontrada apenas em alimentos de origem animal; por essa razão praticantes de reiki que optarem por dietas veganas precisam de uma fonte confiável de vitamina B-12. Ela pode ser encontrada em alguns alimentos enriquecidos, bebidas de soja enriquecidas e algumas marcas de levedura de cerveja, bem como suplementos vitamínicos.
  • Zinco: Necessário para o crescimento e desenvolvimento do ser humano. As melhores fontes vegetais são grãos, nozes e leguminosas. Moluscos são também uma grande fonte de zinco. Seja cuidadoso ao selecionar suplementos de zinco, é bom que contenham não mais do que 15-18 mg. Suplementos contendo muito mais do que isso podem reduzir o colesterol HDL (o “bom colesterol”).
  • Vitamina D: Uma boa fonte de vitamina D deve estar sempre presente em uma dieta vegetariana. A exposição ao sol da manhã é importante para melhorar sua síntese.
  • Cálcio: Alguns estudos indicam que vegetarianos absorvem e retêm mais cálcio dos alimentos que os não vegetarianos conseguem. Vegetais, como espinafre, couve e brócolis, bem como alguns legumes e derivados de soja são boas fontes vegetais de cálcio.

Considerações finais

Todas as dietas vegetarianas deveriam incluir uma ampla gama de alimentos e boa disponibilidade calórica.

Reduza a ingestão de doces e alimentos gordurosos ao mínimo possível. Tais alimentos são pobres em nutrientes e ricos em calorias vazias. Dê preferência de grãos integrais quando for possível, ou use produtos de cereais fortificados ou enriquecidos. Use uma boa variedade de frutas e vegetais diversos, incluindo aqueles que são boas fontes de vitaminas A e C. Se você usar o leite ou derivados, escolha as versões com teores de gordura reduzidos.

Anúncios